Meus pedidos
 
 
 
   
 
 
 
  CONHEÇA ALAGOAS
 
 
 
 
 
Arapiraca
 
LOCALIZAÇÃO
Cidade: Arapiraca
Localização Geográfica
9¬ļ 45' 09.07" S - 36¬ļ 39' 24.16" O
Ver mapa
 
Ver no Google Earth
   

Edificado à margem direita do Riacho Seco, a princípio Arapiraca se estendeu por uma faixa de plananalto coberta por densa vegetação típica do agreste, onde se destacavam: Pau Darco, Cedro, Angico, Massaranduba, Aroeira, Pau Viola, Quixabeira, Umburana, Jurema, Brauna, Pau Ferro Canafístula, Cajarana e, principalmente, a árvore símbolo - Arapiraca.

Contando com uma privilegiada localização e impulsionada pela extraordinária capacidade de trabalho de seu povo, Arapiraca estaria fadada a cumprir uma florescente trajetória através dos anos.

No in√≠cio deste s√©culo, Arapiraca ainda era edificada com casas de taipa, modelo duas √°guas com biqueira existindo duas constru√ß√Ķes em alvenaria: uma, no Quadro - atual com√©rcio, constru√≠da pelo Capit√£o Chico Pedro e, outra, na Rua Nova - atual Pra√ßa Deputado Marques da Silva, um sobrado constru√≠do por Antonio Apolin√°rio e que depois serviu de Pa√ßo Municipal.

At√© ent√£o, havia ainda em Arapiraca vest√≠gios dos primeiros tempos da funda√ß√£o. Existiam, em pleno centro urbano. muitas √°rvores nativas, em cujas sombras os feirantes colocavam carros de boi, amarravam animais,e a meninada da √©poca brincava diariamente. Na rua Nova existia um vi√ßoso Pau D'arco pr√≥ximo √† Igreja de S√£o Sebasti√£o, e um frut√≠fero Genipapeiro, em frente a casa de Tib√ļrcio Valeriano. Conta-se que, certa vez o Pe. Jo√£o Maria, de passagem por Arapiraca, observando o verde destas √°rvores, afirmara que em seu subsolo, n√£o muito distante, com certeza passaria algum len√ßol d'√°gua, da√≠ o vigor daquelas plantas t√£o verdes. E sugeriu, na ocasi√£o, que se algu√©m cavasse um po√ßo, a poucos metros de profundidade, encontraria √°gua abundante. Aproveitando a sugest√£o, Jos√© Magalh√£es cavou uma cacimba que, durante d√©cadas, forneceu √°gua gratuita √† popula√ß√£o daquela √©poca.

No com√©cio, existiam diversos Umbuzeiros ao longo do quadro e uma velha Tamarineira, em frente √† loja de Jos√© L√ļcio da Silva, em cuja sombra nasceu a feira e onde os trabalhadores Vicente Flor, Jo√£o Higino, Belo, Joca da Serra, Pedro Alexandre, Andr√© Marcahnte e outros, penduravam a carne para vender..

Havia ainda, um lend√°rio coqueiro situado em frente √† igreja de Nossa Senhora do Bom Conselho que, segundo informa√ß√Ķes do Sr. Toinho Cavalcante, vinha dos tempos da funda√ß√£o e Arapiraca e era considerado como rel√≠quia pelos descendentes de Manoel Andr√©.

Onde foi aberta a rua do cedro - atual Av. Rio Branco, havia uma série dessas árvores, as quais, tempos depois, foram destruídas. Finalmente, abaixo do comércio, antes da atual ponte sobre o riacho, estava situada a frondosa e verdejante Arapiraca, que serviu de sombra acolhedora ao primeiro habitante e assitiu, como testemunha muda, ao nascimento de uma cidade com o seu próprio nome; infelizmente, o marco foi destruído para dar passagem ao progresso.

 

INSTRU√á√ēES DE ACESSO:

A cidade tem vários acessos, o principal, pela AL-101, pode quase que contornar a cidade e contém diversas entradas para acesso. A principal, a Av. Ceci Cunha, tem na entrada um marco de destaque em Arapiraca que é a Folha de Fumo característica inerente da cidade dando as boas vindas aos visitantes.

 

 

COMO COMPRAR
SEJA UM PARCEIRO
CONTATO

Copyright© 2009 - Todos os direitos reservados.